13/02/2020 08:30:00

Comissão Europeia alerta para impacto do novo coronavírus na economia da Eurozona.

Comissão Europeia alerta para impacto do novo coronavírus na economia da Eurozona. - Notícias - Mato Grosso digital

A Comissão Europeia declarou, nesta quinta-feira (13), que o novo coronavírus representa um “novo risco” para a economia da Eurozona, mas não alterou a previsão de crescimento para 2020 e 2021, que permanece em 1,2%.

 

“O surto do coronavírus COVID-19, com suas implicações para a saúde pública, a atividade econômica e o comércio, sobretudo na China, é um novo risco para uma queda”, afirmou o Executivo da União Europeia (UE).

 

“Porém, é muito cedo para avaliar o alcance do impacto econômico negativo”, afirmou o comissário europeu de Economia, Paolo Gentiloni, ao apresentar as previsões semestrais da Comissão.

 

O Produto Interno Bruto (PIB) conjunto dos 19 países que compartilham o euro crescerá 1,2% em 2020 e 2021, estimativa inalterada em relação à previsão anterior e estável na comparação com a expansão de 2019, segundo as projeções.

 

Por país, a Espanha lidera o crescimento entre as principais economias. A Comissão elevou em um décimo a previsão de expansão em 2019, 2020 e 2021, a 2%, 1,6% e 1,5%, respectivamente.

 

A Alemanha, maior economia do bloco, também registra uma progressão nos três anos, a 0,4% (+0,2) no ano passado e 1,1% (+0,1) tanto para 2020 como para 2021.

 

A expansão na França registraria resultados piores que em novembro de 2019 com 1,2% (-0,1) e 1,1% (-0,2) este ano, enquanto para 2021 Bruxelas prevê um crescimento inalterado de 1,2%.

 

“Apesar de um entorno difícil, a economia europeia mantém uma trajetória constante, com uma criação de empregos e um crescimento salarial contínuos”, disse o vice-presidente da Comissão, Valdis Dombrovskis.

 

O político letão, no entanto, advertiu para os “possíveis riscos, como um panorama geopolítico mais volátil unido às incertezas comerciais”, e defendeu reformas que impulsionem o crescimento.

 

Além do coronavírus, que matou até agora mais de 1.300 pessoas na China continental, a “alta incerteza” sobre a política comercial dos Estados Unidos continua sendo um risco, apesar do acordo entre Washington e Pequim.

 

A nível internacional, Bruxelas também aponta o “descontentamento social na América Latina, que poderia provocar o descarrilamento da recuperação econômica da região” e as tensões no Oriente Médio.

 

Apesar do divórcio com o Reino Unido, a futura relação comercial entre Londres e Bruxelas também gera incerteza, mas as previsões são baseadas em um cenário sem alterações.

 

A Comissão aumentou as previsões de inflação em 2020 e 2021, a 1,3% (+0,1) e 1,4% (+0,1), pelo impacto dos salários mais elevados nos preços e a hipótese de alta no preço do petróleo.

 

 

 

 

 

Comentários (0)

Escrever comentário

...enviando

Atenção! Preencha todos os campos marcados com *

Obrigado! Seu comentário foi enviada com sucesso.

Leia também

Terça-Feira, 25 de Fevereiro de 2020

Ver todos os notícias


Cuiabá

. Umidade do ar:

27 Feb 2020

27ºC / 19ºC

28 Feb 2020

27ºC / 19ºC