30/06/2020 09:59:00

Preço médio da soja bate os R$ 100 e quebra recordes em Mato Grosso, diz Imea.

Algumas praças registraram preços na casa dos R$ 108,50 na última semana. Entre as razões estão a alta do dólar e a alta demanda interna pelo grão.

Preço médio da soja bate os R$ 100 e quebra recordes em Mato Grosso, diz Imea. - Notícias - Mato Grosso digital

Na última semana, os preços da saca de soja em Mato Grosso seguiram uma tendência de alta, chegando a atingir a maior média de preços diários até então, R$ 100 afirma o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Algumas praças chegaram a registrar preços de até R$ 108,50 por saca.

 

Dentre os motivos que levaram a isso, apontados pela entidade, estão: as exportações, que no Brasil, desde o início do ano, já atingiram 48,12 milhões de toneladas (Secex), alta de 36,82% quando comparado ao mesmo período do ano passado. O câmbio também valorizou na semana (6,01%), cotado a R$ 5,25 e foi fator fundamental para a subida histórica dos preços.

 

“Outro fator de suma importância foi a alta demanda interna pela oleaginosa, advinda das indústrias processadoras de soja, que esmagaram o volume recorde de 2,62 milhões de toneladas até o momento, um aumento de 3,19% quando comparado ao ano passado.”

 

 

Assim, com pouca soja disponível, o desafio fica por conta das esmagadoras, que precisam elevar seus estoques em meio a um cenário competitivo da soja brasileira.

 

Os preços da oleaginosa, segundo indicador do Imea-MT acumularam alta de 2,74%, impulsionado pela menor disponibilidade de soja disponível e pela forte demanda interna para esmagamento. A média semanal ficou em R$ 100,34 por saca.

 

 

 

 

 

Comentários (0)

Escrever comentário

...enviando

Atenção! Preencha todos os campos marcados com *

Obrigado! Seu comentário foi enviada com sucesso.

Leia também

Ver todos os notícias


Cuiabá

. Umidade do ar:

09 Jul 2020

27ºC / 19ºC

10 Jul 2020

27ºC / 19ºC