14/05/2024 08:45:00

Rede Mato-grossense de Bancos de Leite Humano atendeu 414 bebês prematuros

Rede de bancos de leite humano recebeu 779,9 litros de leite nos três primeiros meses de 2024; o número é 37% maior que no ano anterior

Rede Mato-grossense de Bancos de Leite Humano atendeu 414 bebês prematuros - Notícias - Mato Grosso digital

A Rede Mato-grossense de Bancos de Leite Humano, coordenada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), prestou assistência a 414 bebês prematuros internados em Unidades de Terapia Intensiva Neonatais durante o primeiro trimestre de 2024.



De acordo com o relatório divulgado pelo Banco Mato-grossense de Leite Humano, somente nos três primeiros meses deste ano, foram doados 779,9 litros de leite por 570 mães e pessoas que amamentam, em sete unidades de coleta. A quantidade de leite doado em 2024 aponta para um aumento de 37% em relação ao mesmo período do ano anterior.

 

 

Além disso, foram realizados 4.254 atendimentos individuais ou em grupo, acompanhadas 600 visitas domiciliares e houve a distribuição de 430 frascos de vidro destinados ao armazenamento e distribuição do leite.



O nutricionista e integrante da equipe de Promoção do Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Saudável da SES, Rodrigo Carvalho, ressalta a importância da amamentação para a saúde dos bebês e também de quem amamenta.



“A amamentação tem inúmeros benefícios. Todos os anos, pode salvar cerca de 800 mil crianças menores de 5 anos de mortes ocasionadas por infecções e 20 mil mulheres de mortes ocasionadas por câncer de mama”, comenta.

 

Rede de bancos de leite humano recebeu 779,9 litros de leite doados por 570 mães e pessoas que amamentam
Crédito - SES-MT



A amamentação é recomendada por 2 anos ou mais e de forma exclusiva até os 6 meses, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde.



Como doar?

Para doar, é necessário que toda mulher ou pessoa que amamenta esteja saudável e não faça uso de medicamentos ou substâncias contraindicadas durante o período de amamentação. A pessoa que atender a esses critérios está elegível para a doação, que pode ser de qualquer quantidade. 



No total, Mato Grosso dispõe de sete pontos de coleta, que estão distribuídos entre os municípios de: Cuiabá (Hospital Geral, Hospital Universitário Júlio Muller, Hospital e Maternidade Femina e Hospital Beneficente Santa Helena), Rondonópolis (Santa Casa de Misericórdia), Tangará da Serra (Hospital Santa Ângela) e Lucas do Rio Verde (Hospital São Lucas).



O nutricionista chama a atenção para a importância das doações, para que elas cheguem a mais bebês. “Atualmente as nossas unidades conseguem atender apenas as demandas diárias dos bebês prematuros internados nas Unidades de Terapia Intensiva Neonatais, por isso as doações são muito importantes”, finaliza.

 

 

 

 

Por: Arielly Barth | SES-MT

 

 

 

 

 

 

Comentários (0)

Escrever comentário

...enviando

Atenção! Preencha todos os campos marcados com *

Obrigado! Seu comentário foi enviada com sucesso.

Leia também

Ver todos os notícias


Cuiabá

. Umidade do ar:

28 May 2024

27ºC / 19ºC

29 May 2024

27ºC / 19ºC

ENQUETE

Para a próxima Eleição Municipal de 2024. Em quem você votaria para Prefeito de Cuiabá?

Votar Ver resultados

Para a próxima Eleição Municipal de 2024. Em quem você votaria para Prefeito de Cuiabá?

Voto registrado com sucesso!

Ver resultados