30/04/2022 07:57:00

TCE-MT lança cartilha de conscientização e combate ao assédio e estimula debate durante a Semana da Ética

TCE-MT lança cartilha de conscientização e combate ao assédio e estimula debate durante a Semana da Ética - Notícias - Mato Grosso digital
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Comemorado em 2 de maio, o Dia Nacional da Ética mobiliza entidades e movimentos sociais para fomentar condutas mais idôneas, condizentes, especialmente, com os princípios da administração pública. No Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), o tema norteará diversas ações incluindo palestras, workshops e o lançamento da cartilha de conscientização e combate ao assédio moral e sexual.
 
Para isso, entre os dias 2 e 6, a campanha educativa batizada como Semana da Ética, contará com extensa programação, promovendo o debate entre servidores e colaboradores sobre temas atuais relacionados a comportamento, assédio moral e sexual, cidadania, sustentabilidade, conduta e legalidade, entre outras questões. A abertura da semana contará com a participação do presidente do TCE-MT, conselheiro José Carlos Novelli e do corregedor-geral, conselheiro Guilherme Antonio Maluf. 
 
A cartilha de conscientização e combate ao assédio moral e sexual nos Tribunais de Contas, elaborada pelo Comitê Técnico de Corregedorias, Ouvidorias e Controle Social do Instituto Rui Barbosa (IRB) oferece informações confiáveis sobre o tema, estimulando relações de trabalho éticas e saudáveis, que promovam a integridade da pessoa humana. 
 
A Semana da Ética do TCE-MT terá, como um de seus principais destaques, uma palestra do professor e pós-doutor Leandro Karnal. Há que se mencionar ainda a realização de apresentações culturais.
 
O TCE-MT também está trabalhando no Novo Código de Ética, que elenca princípios básicos de boa conduta nas relações dos servidores entre si, com o público, com os jurisdicionados e com a sociedade, almejando-se garantir o respeito e a qualidade dos serviços prestados. 
 
"Precisamos de um código de ética moderno, que oriente e, ao mesmo tempo, proponha as providências necessárias ao corregedor. Então, o servidor tem que se inteirar dele para poder ter um comportamento adequado. Isso é importante não só para o Tribunal, mas também para os fiscalizados e para a população de forma geral", explica o presidente do TCE-MT, conselheiro José Carlos Novelli.
 
De acordo com o corregedor-geral, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, as Corregedorias dos Tribunais de Contas têm papel importante de levantar assuntos sérios como estes. “É importante conscientizar os servidores por meio de palestras, cartilhas, para que possamos combater o assédio e termos ambientes com mais respeito”, concluiu.
 
 
 
 
 

 

Comentários (0)

Escrever comentário

...enviando

Atenção! Preencha todos os campos marcados com *

Obrigado! Seu comentário foi enviada com sucesso.

Leia também

Sexta-Feira, 20 de Maio de 2022

Sexta-Feira, 20 de Maio de 2022

Ver todos os notícias


Cuiabá

. Umidade do ar:

23 May 2022

27ºC / 19ºC

24 May 2022

27ºC / 19ºC