10/06/2019 07:55:00

ALMT realiza ação para cadastrar doadores de medula óssea

O atendimento para registro de dados e coletas de amostras começou às 9h, segue até às 16h, no ambulatório da Casa e é aberto para servidores, familiares e visitantes da Casa.

ALMT realiza ação para cadastrar doadores de medula óssea - Notícias - Mato Grosso digital

Para incentivar a doação de medula óssea a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, por meio da supervisão de Qualidade de Vida (Qualivida), promove hoje (5) uma ação para realizar o cadastro de voluntários no banco de dados do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome). A inciativa é uma parceria com o hemocentro do Estado de Mato Grosso que montou um posto de registro de dados e coletas de amostras. O atendimento, que começou às 9h, segue até às 16h, no ambulatório da Casa é aberto para servidores, familiares e visitantes da casa.

 

A iniciativa faz parte das atividades alusivas a Semana Estadual de Conscientização da Importância da Doação de Medula Óssea, instituída por meio da Lei 9.807/2012, para sensibilizar a população sobre o cadastro de doadores e visa conscientizar o público sobre a importância de se tornar voluntario na doação de medula. “O grande desafio do transplante de medula é compatibilidade, que acontece de 1 para 100 mil pessoas. Ou seja é muito difícil encontrar doador compatível. Por isso quanto mais gente cadastrada, maiores são  as chances de conseguir uma doação”, explica a responsável pelo banco de medulas ósseas em MT Adriana Penha Oliveira.

 

 

 

 

“Essas ações são importantes para captação de doadores voluntários conscientes de que a sua amostra pode salvar uma vida em qualquer lugar do mundo”, alerta. Adriana explica que é muito comum pessoas se cadastrarem quando acontecem casos próximos, mas quando são chamados para doar eles desistem por se tratarem de situações distantes. “Então é preciso saber que sua amostra pode ser a única esperança de alguém que espera na fila de transplante”, destaca.

 

“A campanha foi motivada pela necessidade da ALMT participar mais no projeto de ampliar o cadastro de doadores, pelo impacto que esse gesto  tem na vida de milhões de pessoas, em todo o mundo que aguardam na fila de transplante”, destaca o médico responsável pela Qualivida Dr. Arlan Azevedo. Ele explica realizar essa ação numa instituição de representação estadual que recebe milhares de visitantes contribui para difundir a importância desse ato simples e pouco indolor, para informar e incentivar a população a se voluntariar.

 

A artesã Katia Lysenko, ficou sabendo da campanha durante a visita a Casa e participou da atividade para fazer o registro no Redome. “Já faz um tempo que desejava me tornar doadora e a oportunidade acabou chegando até mim aqui. O que posso dizer é que é mais fácil do que imaginava e já me sinto realizando mais uma coisa boa”, comemorou.

 

 

 

MAÍRA NIENOW / Secretaria de Comunicação Social

 

 

 

 

 

 

Comentários (0)

Escrever comentário

...enviando

Atenção! Preencha todos os campos marcados com *

Obrigado! Seu comentário foi enviada com sucesso.

Leia também

Ver todos os notícias


Cuiabá

. Umidade do ar:

17 Jun 2019

27ºC / 19ºC

18 Jun 2019

27ºC / 19ºC