03/05/2021 09:00:00

São Paulo sai na frente, Corinthians vira, mas Tricolor busca empate nos acréscimos

Empate mantém tabu são paulino, que em 14 jogos contra Timão, em Itaquera, nunca venceu

São Paulo sai na frente, Corinthians vira, mas Tricolor busca empate nos acréscimos - Notícias - Mato Grosso digital

O Corinthians manteve o tabu de nunca ter perdido para o São Paulo, na Neo Química Arena, mas deixou escapar a vitória no último minuto no Majestoso deste domingo (2), pela décima rodada do Campeonato Paulista, na Neo Química Arena.

 

O Timão saiu perdendo, aos 15 minutos do primeiro tempo, com um gol do zagueiro Miranda, que foi às redes pela primeira vez, desde o seu retorno ao futebol brasileiro, nesa temporada. O empate corintiano veio ainda na etapa inicial, com Luan. A virada saiu do banco de reservas, com Gustavo Mosquito, que entrou no decorrer da partida e anotou o segundo tento do Corinthians, aos 40 minutos da etapa final. Porém, quando o triunfo parecia encaminhado, João Victor acabou cometendo um pênalti, convertido por Luciano, já nos acréscimos da partida.

 

Com o resultado, o Corinthians chega ao 14ª jogo contra o São Paulo, na Neo Química Arena, sem nunca ter perdido, são dez vitórias e quatro empates.

 

PRIMEIRO TEMPO EQUILIBRADO

Um primeiro tempo onde o Corinthians teve mais a bola, o São Paulo marcou melhor, mas as duas equipes tiveram grandes dificuldades em criar grandes chances de gols.

 

O Timão apostou em iniciar a partida com um sistema tático inédito nos 40 jogos onde foi comandado por Vagner Mancini, com três zagueiro e um meio-campo preenchido, semelhantemente a formação utilizada pelo Tricolor desde a chegada do técnico Hernán Crespo, no início da temporada.

 

Por jogar há mais partidas com o mesmo sistema tático, o time do Morumbi se mostrava mais confortável em sua movimentação em campo, principalmente na marcação central.

 

Contudo, o São Paulo, que não está acostumado em ficar atrás na porcentagem de posse de bola, viu o seu adversário ter mais a redonda durante todo o primeiro tempo.

 

SÃO PAULO SAI NA FRENTE

Ainda que o Corinthians tivesse mais a bola, foi o São Paulo que fez o primeiro gol. Aos 15 minutos de jogo, na primeira chegada do Tricolor a meta adversária, Igor Gomes cobrou escanteio aberto, no primeiro pau, e Miranda subiu sozinho para testar no canto direito de Cássio, e marcar o seu primeiro gol, desde ao retorno a equipe do Morumbi.

 

Após o tento anotado, o São Paulo chegou outras duas vezes ao gol corintiano, ambos com finalizações ao gol de Cássio, mas nenhuma delas levou período.

 

LUAN QUEBRA JEJUM

Com um meio-campo preenchido de jogadores das duas equipes, Corinthians e São Paulo abusaram das bolas longas. Porém, como é acostumado ter mais a bola no chão, o Tricolor teve muitas dificuldades. Na etapa inicial, foram 36 tentativas, com apenas 11 acertos, um percentual positivo de apenas 31%.

 

E em um dos erros, no fim do primeiro tempo, os são paulinos foram traídos com o empate corintiano. Tiago Volpi mando bola pra frente, a defensiva do Corinthians ganhou pelo lado, a bola saiu para a lateral, cobrado rapidamente por Lucas Piton, que pegou a defesa do São Paulo desajustada, Ramiro cruzou para trás e Luan acertou um chute de rara felicidade na entrada da grande área.

 

O camisa sete corintiano não marcava desde o dia 13 de janeiro, onde foi um dos autores na goleada do Timão por 5 a 0, contra o Fluminense, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2020, na Neo Química Arena.

 

INÍCIO DE SEGUNDO TEMPO MOVIMENTADO

O início do segundo tempo parecia que seria mais movimentado, com uma grande chance para cada lado, no primeiro 12 minutos – embora a cabeçada de Miranda que obrigou boa defesa de Cássio estivesse impedida.

 

Contudo, com o decorrer da etapa final, a partida seguiu arrastada, com o meio-campo preenchido. O Corinthians brecava a criação do Tricolor, mas, ao mesmo tempo sofria com os erros de passe.

 

VIRADA CORINTIANA SAI DO BANCO

Aos 28 minutos do segundo tempo, o atacante Gustavo Mosquito entrou no lugar de Otero. E foi dos pés dele que saiu a virada do Timão, pouco mais de ez minutos após a sua entrada.

 

A jogada iniciou com Ramiro ganhando de Benitez no meio-campo. O camisa oito acionou Luan, que enfiou um passe milimétrico para Fagner cruzar rasteiro e Mosquito, oportunista, aproveitar na pequena área.

 

EMPATE TRICOLOR NOS ACRÉSCIMOS

Quando a partida caminhava para a 11ª vitória corintiana em 14 clássicos contra o São Paulo, em Itaquera, o zagueiro João Victor segurou o atacante Pablo, que começou o no banco de reservas.

 

Assim como o centroavante, Luciano, que também entrou no decorrer da partida, acabou convertendo, cumprindo a máxima da “Lei do Ex”, já que vestiu a camisa entre 2014 e 2016.

 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 2 SÃO PAULO – 10ª RODADA DO PAULISTÃO

Estádio: Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data e hora: 2 de maio de 2021, às 22h15 (horário de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
​Auxiliares: Daniel Luis Marques e Evandro de Melo Lima
Árbitro de vídeo: José Cláudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Luan, Raul, Ramiro e João Victor (Corinthians); Luciano e Benitez (São Paulo)
Cartão vermelho: –

 

GOLS: 0-1 Miranda (15’/1T); 1-1 Luan (41’/1T); 2-1 Gustavo Mosquito (39’/2T); 2-2 Luciano (51’/2T)

 

CORINTHIANS: Cássio; João Victor, Jemerson e Raul; Fagner, Gabriel, Ramiro (Ramiro, 44’/2T), Luan (Mateus Vital, 46’/2T), Otero (Gustavo Mosquito, 28’/2T) e Lucas Piton (Gil, 46’/2T); Cauê. Técnico: Vagner Mancini.

 

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Igoer Vinícius, Luan, Rodrigo Nestor (Lizieiro, 20’/2T), Igor Gomes (Luciano (20’/2T) e Welington; Galeano (Benitez, 32’/2T) e Vitor Bueno (Pablo, 32’/2T). Técnico: Hernán Crespo.

 

 

 

 

 

 

Comentários (0)

Escrever comentário

...enviando

Atenção! Preencha todos os campos marcados com *

Obrigado! Seu comentário foi enviada com sucesso.

Leia também

Ver todos os notícias


Cuiabá

. Umidade do ar:

19 May 2021

27ºC / 19ºC

20 May 2021

27ºC / 19ºC