01/08/2020 07:41:00

Toyota registra peças do SUV inédito que chega em 2021 para peitar Renegade

Toyota registra peças do SUV inédito que chega em 2021 para peitar Renegade - Notícias - Mato Grosso digital

A Toyota registrou o desenho industrial de componentes do novo SUV compacto que a marca japonesa vai lançar no Brasil em 2021.

 

Documento publicado hoje pelo INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) exibe o desenho de peças como faróis e para-choque dianteiro do Daihatsu Rocky, modelo que servirá de base para o novo utilitário esportivo nacional, a ser fabricado em Sorocaba (SP) a partir de março de 2021, mediante investimento de R$ 1 bilhão.

 

O Rocky, inclusive, tem uma variante com o logotipo da Toyota, lançada no Japão no ano passado com visual ligeiramente diferente e batizada como Raize. A Daihatsu é uma subsidiária da montadora oriental.

 

Além das imagens das peças citadas, o INPI traz o registro de patentes de sistema de propulsão híbrida, reforçando as apostas de que o novo SUV pequeno terá uma versão com o mesmo trem de força combinando motor flez 1.8 e outro elétrico já utilizado no Prius e na configuração Altis do Corolla.

 

 

 

 

 

 

A Toyota oficialmente não confirma muitas informações do futuro lançamento e poderá utilizar outro nome e aplicar alterações na carroceria, até para ampliar o espaço interno na comparação com o Raize e o Rocky.

 

Trazendo visual inspirado no RAV4 e porte menor que o do Volkswagen T-Cross, o Raize é construído sobre a plataforma DNGA, versão compacta da base TNGA utilizada no Corolla 2020 e no Prius.

 

Na especificação para o mercado japonês, o pequeno SUV mede 3,99 m de comprimento, 1,69 m de largura e 2,52 m de distância entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 369 litros.

 

A título de comparação, o T-Cross tem, respectivamente, 4,20 m, 1,76 m e 2,65 m. O porta-malas do utilitário esportivo da VW traz capacidade para 373 litros. Como a base DNGA é modular, há chance de as medidas do Raize serem ampliadas na versão brasileira. Aqui, o SUV pode também trazer outro nome e alterações no estilo.

 

As vendas já começaram no Japão, com preço inicial de 1,679 milhão de ienes (cerca de R$ 75 mil na conversão direta). A configuração mais cara chega a 2.282.200 ienes ou aproximadamente R$ 102 mil.

 

 

 

 

 

 

Enquanto isso, o utilitário esportivo inédito da Toyota já roda em testes no Brasil, porém "disfarçado" como outro modelo. Recebemos do leitor Max as fotos que você vê aqui, tiradas na Avenida do Estado, no sentido de São Bernardo do Campo (SP) - onde fica a sede da montadora japonesa no País.

 

Apesar da camuflagem na dianteira e na traseira, os mais atentos vão identificar que se trata de um Toyota CH-R. Porém, após ser cogitado, o utilitário esportivo foi descartado para o nosso mercado por ser muito caro.

 

Consultamos a Toyota para saber se houve uma mudança nos planos e a empresa foi clara: o CH-R permanece descartado para o Brasil. Então por que o modelo está em testes aqui?

 

 

 

 

 

 

O exemplar em questão é, na verdade, uma "mula" para o desenvolvimento do SUV pequeno.

 

O CH-R já roda há um bom tempo no Brasil - anteriormente, foi "mula" para a nova geração do Corolla, lançada em setembro do ano passado.

 

 

 

 

Pesa menos de 1 tonelada

A parte mecânica do Raize japonês traz motor 1.0 turbo de 98 cv e 14,3 kgfm de torque, com transmissão CVT híbrida, mesclando engrenagens e polia. Lá fora, pode ser configurado com tração dianteira ou integral. Segundo a Toyota, o consumo médio chega a 18,6 km/l nas variantes 4x2.

 

 

 

A suspensão traz sistema McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira, enquanto o peso é inferior a uma tonelada.

 

 

 

 

 

 

 

 

Painel digital e frenagem automática

 

 

 

Por fora, o Toyota Raize tem estilo inspirado no novo RAV4, investindo nas formas retilíneas para reforçar a sensação de robustez. Conta com opção de pintura em dois tons, conferindo o efeito de "teto flutuante" que está na moda, e pode ser equipado com rodas de liga leve de 17 polegadas. A traseira exibe lanternas horizontais unidas por uma barra que atravessa a tampa do porta-malas.

 

Por dentro, destaque para o painel de instrumentos digital em tela TFT configurável de sete polegadas e alta resolução, disponível nas versões mais equipadas, e para a central multimídia tátil de nove polegadas, compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

 

 

Quanto à segurança, a Toyota afirma que a nova plataforma DNGA viabilizou uma carroceria de alta rigidez, utilizando aços de alta resistência em pontos estratégicos para melhor absorção de impactos e baixo peso.

 

 

 

 

 

 

Além disso, o Raize japonês conta com o pacote Smart Assist, que engloba controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência, câmera de ré e até um sistema que detecta se o motorista pisou por engano no acelerador em vez do freio ao manobrar, minimizando os danos de uma eventual batida.

 

 

 

 

 

 

Comentários (0)

Escrever comentário

...enviando

Atenção! Preencha todos os campos marcados com *

Obrigado! Seu comentário foi enviada com sucesso.

Leia também

Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020

Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020

Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020

Ver todos os notícias


Cuiabá

. Umidade do ar:

16 Aug 2020

27ºC / 19ºC

17 Aug 2020

27ºC / 19ºC